O futuro do mercado imobiliário

O futuro do mercado imobiliário

Os principais setores da economia sentiram os impactos da covid-19 que devem persistir ainda nos próximos anos. O mercado imobiliário que vinha se recuperando de forma positiva pós crise 2008 e com grandes expectativas para 2020, voltou a estagnar em decorrência do isolamento social que tem provocado intensa queda no consumo, aumento da taxa de desemprego, diminuição do ritmo ou até paralisação de obras e vendas.

Fatores que impactam negativamente o mercado imobiliário, provocando renegociação de aluguéis, redução drástica na compra de imóveis, estoques maiores nas construtoras e menos lançamentos, aumento do número de distratos de compromissos de compra e venda, redução na compra de imóveis, além de postergação de lançamentos por parte das incorporadoras e diminuição da velocidade de vendas. 

Diante do cenário desafiador imposto pela pandemia, o setor deve buscar alternativas para se recuperar e voltar a crescer. É preciso ser otimista em relação ao futuro do setor para aproveitar as oportunidades que se apresentam no pós-pandemia


Especialistas afirmam que o isolamento social criou novas tendências e oportunidades para o mercado imobiliário. Confira aqui os desafios e oportunidades do mercado imobiliário no mundo pós-pandemia. Continue a leitura deste artigo para conferir as principais tendências do mercado imobiliário no futuro.


Tendências do mercado imobiliário no futuro

As transformações aceleradas que estamos vivenciando devem se intensificar ainda mais no mundo pós-pandemia, impactando diretamente na maneira como consumimos e nos relacionamos. Para se adaptar ao novo normal, o mercado imobiliário deve incorporar as tendências que estão em alta para conseguir se recuperar diante desse contexto incerto e de aceleradas transformações. Confira a seguir quais são algumas das principais tendências do mercado imobiliário no futuro.

Casas maiores, escritórios menores

O isolamento social em decorrência da pandemia do novo coronavírus, trouxe impactos definitivos na rotina das pessoas, seus hábitos de consumo e na maneira como se relacionam. Com isso, a moradia passou a ser mais valorizada, bem como a região onde está localizada. Nesse novo contexto, uma infraestrutura de serviços e lazer completa próximo de empreendimentos residenciais e comerciais tornou-se uma exigência aos consumidores.

Uma forte tendência no futuro é a procura por casas maiores e escritórios menores, como apontam especialistas. Será observado uma redução da metragem do metro quadrado dos escritórios das empresas e uma melhora na qualidade do home office. Assim como, vamos acompanhar o desenvolvimento de bairros planejados que integram uma gama opções de serviços e lazer localizados em região estratégica de fácil acesso, trazendo mais comodidade, conforto e segurança na rotina das pessoas.

Imóveis como alternativa de investimento

Apesar da estagnação do setor durante a pandemia e a dificuldade em prever o futuro em um cenário de incertezas, a valorização imobiliária para compra ou locação de imóveis tende a ser uma tendência nos próximos anos.

Para fins de investimentos, a compra ou locação de imóveis residenciais e comerciais, devem se tornar mais atrativas no futuro. Com a recuperação do setor, investimentos em fundos imobiliários serão considerados uma boa alternativa, garantindo rentabilidade maior aos investidores em comparação com outras modalidades de investimentos. 

Espaços coletivos multidisciplinares

Condomínios-cidade que reúnem serviços essenciais para facilitar a rotina das pessoas torna-se uma forte tendência no futuro. Será cada vez mais comum empreendimentos residenciais e comerciais com espaços coletivos multidisciplinares que integram a tecnologia para promover uma gestão eficiente

Assim como, estão cada vez mais em alta em todo o mundo projetos arquitetônicos que priorizam ambientes espaços urbanos funcionais e coletivos para estimular a prática de exercícios físicos e mobilidade ativa para promoção de um estilo de vida mais saudável.

Arquitetura inovadora

O investimento em uma arquitetura inovadora que contempla as necessidades de seus futuros usuários — investidores, visitantes e frequentadores — que ocuparão as instalações do espaço físico é considerado uma das principais tendências no futuro. Essa tendência deve influenciar diretamente na transformação dos espaços urbanos da região onde o empreendimento com uma arquitetura inovadora está localizado.

Empreendimentos comerciais com uma arquitetura inovadora serão mais valorizados no futuro pelo fato de adotarem soluções sustentáveis e tecnologia de ponta para promover uma gestão eficiente do empreendimento.

Áreas de convivência mais verdes e arejadas, tanto em empreendimentos comerciais como residenciais, reforçam as tendências do aproveitamento da ventilação e iluminação naturais, sem abrir mão de oferecer conforto e comodidade a partir da adoção de soluções sustentáveis que promovem o uso racional dos recursos naturais e contribuem para redução do impacto ambiental do empreendimento e os custos das taxas administrativas.

Acesse o artigo para conhecer as tendências na arquitetura de prédio comerciais. 

Conheça os imóveis comerciais disponíveis no portfólio da Passeio Endereços para aproveitar as oportunidades de investimento que o mercado imobiliário oferece ara quem busca maior rentabilidade.